quinta-feira, 11 de setembro de 2014

O Convite, o Milagre e o fruto de nossas escolhas

Lá vem a Lilly com o seu livro...rsrs
Não! Hoje vai ser bem curtindo que na verdade eu to de sabotagem do trabalho (tanta coisa pra fazer)...O que não vem ao caso.
 
Pois eis que hoje fui a igreja em meu horario de almoço. Gozado que há 7 anos atras estava indo a essa mesma igreja com a origem sendo a mesma. Antes mesmo de entrar na igreja  isso me veio a memoria. Me pus a pensar quem fora Santa Rita de Cassia pra que eu estivesse batendo ali em um lugar que leva seu nome em homenagem, e estando eu ali pela segunda vez, e pelo mesmo intuito... Não me parece coincidência! Mas é outra coisa que não vem tanto assim ao caso. Então que saindo da igreja, descendo tranquilamente a rua que é paralela à que eu trabalho, eis que ouço uma vozinha que embora não ouvi com tanta frequencia, me era familia. Eu segui atravessando a rua aproveitando para dar uma olhada na dona da voz. Era ela. Eu estava sem oculos mas não tive duvidas. Até pensei emagreceu essa bonita!
Tive vontade de para-la por um minuto para lhe contar da Bambina. Mostrar as fotos! Cantar vitória...
Mas graças a Deus cai em mim e passei apenas observando cuidadosamente aquela figura enquanto seguia meu destino. E o mais gozado: ela mora na rua em que trabalho. Daqui da janela da minha sala avisto a casa dela e ela na garagem. A cena dela e seu esposo (que é também meu médico ofaltmo) se encontrando no portão confirmou o que pensei: Sabia que era ela!To cega mas to bem de audição!
 
Quem é Ela?
Clica aqui e leia o post, eu espero...Você vai saber e você que na ocasião deu o seu pitaco também vai se lembrar...
 
Ocorreu que depois da marcação daquela consulta, o que não registrei aqui, passei com ela na primeira consulta em abril/2013 estando eu já gravida. Lembra que a especialidade dela era Infertilidade?!Então que esse quesito ja tinhamos vencido, graças a Deus!
Ela é super atenciosa, perguntou com detalhes sobre a primeira gestação e todo o processo na perca da bebê e o pós,do acompanhamento, diagnostico e me parabenizou por ter conseguido engravidar!
Fez uma lista de remedios que eu poderia usar para cada situação  comum à gravidez. Falou sobre a cerclagem e eu disse preferir fazer com o dr. Baruki pois me sentiria mais segura. Meu convenio tinha cobertura para o Santa Joana. Ela atendia no Santa Joana/Pro Matre sendo que no ProMatre havia uma diferença entre os valores recebidos para parto/cerclagem. Ja estavamos em Abril, minha cerclagem marcada para Maio, ou seja, restava apenas um mes até a cirurgia. Ela perguntou o porque de eu querer fazr acompanhamento com outro medico ao que eu expliquei sobre a questão da indução da ovulação sem ultras seriadas, além de eu preferir ter a opinião de dois medicos, e que também recebi do seu esposo, e meu médico, a opinião de que ela era sem duvida uma otima profissional para acompanhamento de gestação de alto risco.
Fui franca com ela em dizer que eu sei e sempre soube que a vida é dom de Deus, é fruto da Sua vontade, mas que ha medicos que infelizmente não colaboram tendo o dom lindo da medicina e negligenciando a ajuda devida à vida. Ela disse que eu tinha que saber dos riscos e que ela me ajudaria no que fosse necessario.
Decidimos dali em diante que eu faria um exame pré operatorio, sai de lá inclusive com as guias. Como conheci muitas gestantes com iic e de toda parte do Brasil, evitei i exame por parecer invasivo. Dali uma semana ela me ligaria para saber como foi a cerclagem. Não ligou. Eu não encanei. Como tinha a pretensão de voltar a trabalhar por pelo menos uma semana antes do afastamento definitivo até o parto, preferi esperar repouso em casa, ja que o consultorio é do lado do trabalho.
Um belo dia de sol o telefone tocou.
Oi Eliane, Dra ***** Tudo bem querida?
Sim Dra e a Sra?
Bem obrigada! Querida, não poderei te atender!
(Assim, na cara!Permaneci na escuta para que ela concluisse sua fala)
Observei que seu convenio não é atendimento na minha credencial.
Sério dra, mas que gozado, ja passei com a Senhora duas vezes.
Mas é que a recepcionista não reparou, quer dizer (nesse momento ela começou a se embolar) é que atender aqui eu atendo, mas como o seu plano só cobre parto no Santa Joana e eu tenho um melhor reembolso pela Pro Matre acabaria que eu não conseguiria fazer seu parto.
Mas dra, eu prefiro o Santa Joana ao Pro Matre, ja me informei sobre toda a parte de UTI/Sobre internação ou o que viesse a precisar de lá e vi que são otimos. Não entendo como pode receber um valor a menor do Santa Joana, se o Pro Matre é do Grupo Santa Joana. O Padrão é o mesmo.
É....Acaba sendo inviavel para mim. Agora se você quiser pagar para ter o parto a parte comigo no Pro Matre...
Não, dra. No momento meu orçamento esta comprometido com a gestação e o periodo de repouso.
Eu poderia então fazer só o acompanhamento com a senhora, semana que vem estarei ai na empresa e passo no seu consultorio.
Não querida, a menos que você passe no particular.
Ué, agora não entendi a sra disse (não me deixou concluir em dizer que ela falou que atendia consultas com a cobertura do meu plano, só não preferia fazer parto pelo St Joana).
Eu teria que te atender no particular.
E quanto é a consulta no particular?
R$400,00 com um retorno no mês.
Ah entendi dra. Não poderei assim. (Se tivessem filmado a minha cara, você entenderia esse "Ah entendi" $$$$ @@).
É, veja, sua gravidez é meio complicada, é melhor você ficar com só com o seu médico.
É verdade, tem razão. Obrigada por ter me ligado.
Eu é que peço desculpas. Qualquer coisa me liga.
Ok, obrigada.
 
Ficou claro, obvio, espeficado que em suma se tratava da fatia em valores que ela receberia. Além de claro, por talvez, sendo eu uma nova paciente, com pouco historico com ela, mas com uma bagagem de problemas ginecologicos que iam dar trabalho para ela, ou melhor, que faria jus ao seu salário/oficio.
 
Mas eu, curiosa que sou, quis tirar a prova e liguei no consultório dela:
Olá bom dia! Sou paciente do Dr. Samir e gostaria de saber se a esposa dele atende o plano XYZ, produto W.
Sim senhora, ela atende mas só tem agenda para daqui dois meses.
Ah é que acabei de engravidar, gostaria de saber se ela faz acompanhamento gestacional?
Sim. Voce quer deixar a data marcada?
Ainda não. Vou conversa com meu esposo.
 
 
E assim foi tirada a prova dos sete com a devida resposta!
É claro que eu era um problema. Meu tipo de gravidez uma dor de cabeça.
Como também é claro que eu não precisaria de dois medicos para acompanhamento, exagero meu.
Mas isso não justifica a atitude da Dra.
Aquela sorridente. Com seus babys recem nascidos lindos, espalhados no painel da sala de espera.
Mas seria desconfortavel ja de cara acompanhar uma gestação assim
Havera incomodos, além do risco de vida materna/bebe.
 

E eu achando que "encontra-la" foi um sinal de Deus. Rá! Sabe de nada inocente! rs
Nem sempre o que aparece em nossa vida é "sinal de Deus" pra seguirmos aquele caminho. Assim como também nem todos que passam em nosso caminho deixam boas sementes pra germinar mais vida. Ou Além, muito além disso, não se pode viver tudo com todos.
Essa Dra não foi mal educada comigo em nenhum momento. Quis sim acompanhar muito mais que um parto, mas uma promissora que seria altamente descontada cê em uma das maternidades que cujo ela, lhe traria maior rentabilidade. Sei que ela faz seu trabalho com carinho e muito amor, da pra ver isso pelas fotos. Mas eu era muito problema a ser administrado. E as possiveis intercorrencias?
Pera lá, eu mal atendi a garota e ja terei de administrar tantos problemas?!
 
Ela escolheu que fosse assim.
E eu escolhi seguir apenas com o Dr Baruki. Confiando sobretudo em Deus!
 
Hoje graças a Deus a linda, sorridente e encantadora de corações - Giovanna - esta aqui .
Não pela medicina do Baruki, do Barini ou da Dra **** (achou que ia falar o nome dela né?!No no)...
Ela esta aqui por que a vida dela é vontade de Deus, o jeito que ela nasceu o Seu recado de amor aos que ainda são descrentes da sua presença constante e cuidadosa com cada um de nós. E isso me inclui. Nesse processo, esteve conosco quem tinha que estar: amigos, parentes, medicos, blogueiras...
O milagre de Deus não aconteceu 'só porque eu quis' tampouco "se limitou a quem eu julguei poder cooperar para acontecer". Deus sonhou comigo e Ele mesmo foi além! Realizou por seu amor e com a Sua gloria! Eu é que estava insegura a ponto de querer me apoiar tanto assim na medicina. Bobinha essa menina!!!
 
Hoje, tudo isso culminou no livro: Viver Amar....com a particicação dos medicos que tanto me ajudou e ajudou a nossa Bambina. Livro este que esta ainda em processo de escopo e com muitas anotações na lateral dos muitos posts que sera editado.
Se a Dra fez certo ou errado em não me aceitar como paciente? Sei Lá.
Só sei que o que eu aprendi com isso é que não devemos dar muito enfase na importancia de um medico, seja pela sua fama, sua pampa, embora seja parte importante ser bem assistida. O nosso ponto de partida que dará a visão de tudo isso  é a fé. E a entrega a Deus é sua consequência.
 
Tenho pensado se, eu continuando na empresa que trabalho, colocarei a Giovanna no berçario que é na casa ao lado da empresa que trabalho. Colado parede com parede. Até lá verei a dra novamente, quem sabe com a Giovanna no colo. Existindo a ocasião, apresentarei a minha bambina não como eu disse no inicio,  mas pra que ela tenha um retorno da historia que começou com uma consulta, que passou por obstaculo mas que contou com a perseverança da mãezinha/pai da Gi além do apoio de bons medicos e de um equipe multidisciplinar da UTI do St Joana,  e que com a mão de Deus transformou um diagnostico de impedimento e frustação em um lindo milagre de amor que sera narrado para sempre pela vida da Bambina.
E nada nem ninguém poderia diminuir ou acrescentar em toda felicidade que até aqui o Senhor nos proporcionou.
 
E ...acabou virando um mini livro de bolso rsrs
 
 
Beijos com asas
Otima quinta

3 comentários:

  1. Ely infelizmente também encontrei uma médica sorridente como esta, que aliás por coincidência descobri depois de que foi ela quem fez o parto do meu sobrinho que hoje tem doze anos, mas no momento em que mais precisei dela, simplesmente me encaminhou para um hospital e abandonou o meu caso, não fez nenhuma visita, e quando escrevi para dizer oi que havia acontecido simplesmente me disse que não cuidava de gravidez de risco. E não me indicou nenhum GO.
    Ainda bem que encontrei um médico que se preocupou com o meu caso, mas confesso que fico com um pé atrás.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ely sua linda, suas palavras sao sempre aconchegantes ao meu coraçao.obrigadaminha amiga. Bju

    ResponderExcluir
  3. Ely, suas palavras me tocam profundamente!!!! Seu testemunho é lindo e merece mesmo ser publicado em forma de livro... estou aguardando ansiosa pelo lançamento dele!!!! Quero muito um exemplar!!! Bjos!!!!

    ResponderExcluir

Oiê, ao deixar sua mensagem coloque o endereço do seu blog, assim poderei lhe fazer uma visitinha =).
Beijos com asas,
Ely